Tecnologia precisa de mais mulheres: Microsoft lança programa "Do IT, Girls"

24Abr
Tecnologia precisa de mais mulheres. Microsoft recruta

Empresa vai dar formação a 40 mulheres e escolher cinco para estagiarem internamente ou em empresas parceiras. Candidaturas estão abertas

A Microsoft Portugal vai escolher cinco mulheres para estagiarem na empresa ou em firmas parceiras, no âmbito do novo programa "Do IT, Girls". É um projeto que dará formação a 40 mulheres na área das tecnologias de informação, das quais cinco terão um estágio profissional. O programa é lançado no Dia Internacional das Mulheres na Tecnologia, que é assinalado esta quinta-feira em vários países.

Apesar de ser um sector em crescimento e com muita procura, apenas quatro em cada mil mulheres vão trabalhar nas TI, de acordo com os dados de 2013 da Comissão Europeia. Só 29 em cada mil mulheres tem um bacharelato, licenciatura ou formação na área das TIC, em comparação com 95 em cada mil homens.

"Há centenas de estudantes e jovens mulheres com enorme talento e aptidão para a área da tecnologia, mas que não têm a confiança necessária para seguir uma carreira nesta área, ainda muito dominada pelo sexo masculino", diz Vânia Neto, diretora para a área da Educação, Cidadania e Responsabilidade Social da Microsoft Portugal. "Acreditamos que, através do programa ‘Do IT, Girls’, vamos ajudar a reverter este cenário."

As 40 mulheres vão receber formação durante dois meses, de maio a julho, por quatro mentores e por voluntários da Microsoft Portugal. Nas três sessões presenciais ou nas formações à distância, vão também aprender a identificar oportunidades de carreira no sector e estabelecer contacto com profissionais da indústria, assim como aprofundar conhecimentos sobre temas como finanças pessoais, liderança, gestão de pessoas e auto-promoção. A seleção das cinco finalistas é da responsabilidade dos mentores que acompanham o projeto e decorrerá no final de cada uma das três sessões presenciais.

Facebook Twitter Google LinkedIn


Comentários:


Categorias

Redes Sociais