Surface 3. A Microsoft quer acabar com os portáteis

23Mai
Surface 3. A Microsoft quer acabar com os portáteis

À terceira geração, a Microsoft pode ter acertado na fórmula. A marca revelou ontem o seu novo tablet, Surface 3, e estabeleceu como objetivo nada menos que acabar com os portáteis. Sim, o Surface 3 vai substituir o seu portátil, diz a empresa.

"Não estamos interessados em fazer frigoríficos e torradeiras. Pegamos no melhor do tablet e do portátil... é esse o aparelho que queríamos criar", disse o novo CEO da Microsoft, Satya Nadella, durante a apresentação. Possivelmente, a analogia era uma resposta a Tim Cook, o CEO da Apple, que há dois anos brincou com o Surface original - recebido com um misto de críticas boas e más, mas já atrasado à festa do iPad.

Na altura, Cook disse: "Podes fazer convergir uma torradeira e um frigorífico, mas sabes que essas coisas não vão ser agradáveis para o utilizador."

Isso foi com Steve Ballmer. Agora é Nadella quem está à frente da Microsoft, e a empresa parece mais focada. Apesar de um crescimento significativo das vendas do Surface nos últimos trimestres, em boa parte devido a grandes descontos no preço, o tablet da Microsoft não fez mossa na liderança do iPad.

O Surface 3 vai tentar fazê-lo. Tem um ecrã de 12,1 polegadas (o iPad Air tem 9,7 e os Surfaces anteriores tinham 10,6) e é mais pesado que o rival da Apple (tem 800 gramas, contra 478 do Air). A data de lançamento é 20 de junho e os preços anunciados ontem começam nos 799 dólares.

Facebook Twitter Google LinkedIn


Comentários:


Categorias

Redes Sociais